sábado, 9 de março de 2013

Babá eletrônica: indispensável?



Ainda no primeiro trimestre de gravidez, comecei a pensar se babá eletrônica era um item indispensável no enxoval do bebê. Hoje, depois que minha filha nasceu, a resposta é: pode ser que sim, pode ser que não. No meu caso, a babá eletrônica (Motorola Digital Video Baby Monitor) é super importante porque minha filha dorme em ambiente com ar condicionado, o que significa que a porta do quarto fica fechada a noite toda. Então, com a porta dela e a minha fechadas, é difícil escutar o choro no meio da madrugada. Durmo bem mais tranquila sabendo que vou ouvir qualquer chamado da minha pequena e ela não vai precisar se esgoelar no berço pra ser prontamente atendida pela mamãe ou pelo papai. Desse modo, uma babá eletrônica simples tem a mesma função que uma babá eletrônica com câmera. Mas, a grande vantagem da babá eletrônica com câmera é a economia de levantadas da cama que ela te permite. Digo isso porque, algumas vezes, minha filha dá uma gemidinha no berço (e com isso, eu acordo), mas logo depois ela volta a dormir. Se a babá não tivesse câmera, no primeiro “buá” eu já iria sair desembestada quarto adentro, com certeza. Com a câmera, observo minha filha no berço antes de sair correndo. Espero alguns minutinhos e vejo se ela vai conseguir pegar no sono sozinha novamente. 

A qualidade da imagem é muito boa e como a câmera tem infravermelho, consigo vê-la na tela do aparelho mesmo que o quarto esteja completamente escuro. A tela, por sinal, tem um tamanho ótimo (3,5”) e é colorida. 
Tela grande e colorida.


Outra vantagem que esta câmera tem é um botão que permite falar com a criança. Basta pressionar esse botão com o símbolo do microfone e falar. O bebê (e quem estiver no ambiente onde a câmera está instalada) ouve com clareza o que se fala. Já aconteceu da minha filha acordar e eu, do meu quarto, conversar com ela sem precisar ir até seu berço. Claro que, para bebês pequenos, essa função não tem importância nenhuma, mas quando o bebê está mais crescidinho e entende o que a mamãe fala, é uma mão na roda.

Esse botão com o símbolo do microfone permite comunicação com o bebê.


O alcance da câmera é muito bom (150m), de modo que você pode monitorar o bebê de uma distância relativamente grande. 


Outra vantagem é que, até agora, nunca observei interferência da babá eletrônica com outros aparelhos. Já vi isso acontecer com babás sem câmera. Ou a câmera ficava chiando ou a gente ficava escutando a conversa do vizinho. Chato, né?


Câmera instalada no berço.

Na imagem acima, vocês podem ver como instalei a câmera no berço da minha filha. A princípio, a câmera tem um "pé" (como vocês podem ver na primeira foto, a imagem na caixa da babá). Mas, colocando a câmera direto no berço do bebê, sobre o colchão, ou você só filma os pés do bebê ou só seu rosto, bem de perto. Eu queria uma visão mais ampla e percebi que isso só seria possível se a câmera filmasse o berço de cima. O que eu fiz foi pendurar a câmera na haste de um móbile de berço. Bem que o fabricante poderia vender a câmera com a haste junto, né?

O único problema que constatei nesse modelo da Motorola é a bateria que não é muito duradoura. Na verdade, não sei se o problema é exatamente com a bateria. Deixa eu explicar. Toda noite, coloco a babá eletrônica do lado do meu travesseiro, entre meu marido e eu, em cima da cama. Com isso, percebi que o aparelho aquece demais. Depois de alguns dias, a bateria (que antes durava 3h) começou a durar cada vez menos até que, agora, não segura mais nada, nem um segundinho. Preciso sempre deixar o monitor conectado na tomada e isso é muito chato. Talvez seja porque o aparelho aqueceu demais, diminuindo a vida útil da bateria. 

Caso o bebê durma num quarto com a porta aberta e o quarto da mamãe fique próximo ao quarto do bebê, talvez seja desperdício comprar uma babá eletrônica, já que o choro é facilmente escutado da cama da mamãe. Neste caso, é melhor economizar esse dinheiro (babá eletrônica é um item caro) para outras coisas mais úteis. 


PS: Já me aconteceu de esquecer de ligar a babá eletrônica antes de deitar. Acordei assustada com o choro da minha filha (ou seja, mesmo com as portas fechadas, escutei o choro, sinal de que a babá eletrônica é importante mas não indispensável. Acho que depois de ser mãe, a gente nunca mais tem o sono profundo como antes), mas só Deus sabe quanto tempo ela ficou chamando por mim :/

Vantagens: Tela grande e colorida, qualidade da imagem muito boa, filma no escuro (infravermelho), sem interferência, grande alcance, permite comunicação com o bebê a distância.
Desvantagens: preço, bateria.
Preço: em torno de R$ 600,00.

8 comentários:

Fernanda S. Lucena disse...

Amigaaaaaaaaaa
adorei vc com blog!

Só n tô visualizando o lugar p seguir vc!

Bjoo

muitospedacinhosdemim,blogspot.com.br

Talita Felipe disse...

Oi, Fêêêê! Nem sabia que você tinha blog! Tem como seguir? Nem sei como faz, vou ver se descubro. Beijo.

Rê Martins disse...

Oii Talita!!

Estou adorando cada post do blog...
Em relação a babá, eu ainda não sei dar a minha opinião se é dispensável ou não...
Mas eu já comprei a minha tb.

Estou ansiosa pra testar com minha bebê...

Beijossss

Talita Felipe disse...

Pois é, Rê, é como eu falei na postagem. Indispensável a babá não é, mas caso sua filha vá dormir no quarto com porta fechada, é importante porque te ajuda a dormir mais tranquila, sem ficar todo tempo acordando sobressaltada achando que está ouvindo o choro do bebê.
Beijo.

Anônimo disse...

Talita, comprei a babá com câmera no site dealextreme (chines) a um precinho justo: 130,00, aqui no brasil é mto caro!
Alicia

jabur disse...

poderia enviar qual a haste usou?

Talita Felipe disse...

Esse site é ótimo!

Talita Felipe disse...

Usei a haste de um móbile para berço.

Postar um comentário